sábado, 25 de agosto de 2012

ESPORTE: EVOLUÇÃO OU REGRESSO

Essa semana darei um intervalo dos textos com informações cientificas acerca do treinamento desportivo para realizar uma análise sobre o esporte em geral e suas mudanças ao longo das últimas décadas. 
Ao longo da semana tive a oportunidade de conversar com profissionais de outras modalidades, a grande maioria de forma ocasional e durante os diálogos o que me chamou a atenção foram os questionamentos sobre o esporte, o momento atual e comparações com o passado recente, o que me despertou algumas curiosidades, entre elas, será que o esporte evoluiu? As mudanças melhoraram até que ponto a prática esportiva? Ou o esporte tornou-se apenas um grande negócio? 

Mesmo sendo jovem na época, lembro com clareza de alguns fatos marcantes da década de 90, quando tínhamos ídolos, ídolos de verdade, para o esporte e para a sociedade. Famílias reuniam-se para assistir as corridas do Ayrton Senna nos domingos pela manhã, pessoas que não tinham televisão em sua residência deslocavam-se aos familiares e vizinhos para torcer por um “herói” nacional, um filho da pátria que honrava com competitividade e caráter nosso país, que chorava quando o hino brasileiro era tocado no pódio, assim como nos títulos do “eterno” Guga em Roland Garros, um atleta carismático que conquistou fãs no mundo todo, que uniu talento e determinação ao carinho e amor que tinha pelo esporte. 
Não posso esquecer também da Copa do Mundo de 1994, quando o país parou para ver a seleção nacional ser campeã do mundo após 24 anos, foi como se o tempo tivesse parado na cobrança de pênalti do jogador italiano Roberto Baggio e todos tivéssemos “secado” e feito com que a bola fosse para a arquibancada, fato que desencadeou o choro de milhões de brasileiros, ruas tomadas e a sensação de que tínhamos algo para nos orgulhar, tínhamos esperança através do esporte em um futuro melhor. 
Esse futuro chegou, um presente confortável, uma situação econômica estável, mas tenho uma importante pergunta, onde estão os ídolos? Tínhamos até o final do século passado uma pequena lista de substâncias consideradas doping, hoje falamos até mesmo em doping genético, conseguíamos assistir os jogos, lutas e corridas em uma ou duas emissoras de televisão no máximo, agora podemos ver as Olimpíadas com a TV fechada em mais de 9 canais, sem citar a abrangência da internet, entretanto na final do futebol masculino muitas pessoas nem sabiam do jogo, a final da única competição que não temos o ouro na principal modalidade do país. 
Então podemos ver tudo e no final não vemos nada ou será que o amor do brasileiro pelo futebol diminui? Claro que não, o que diminui foi o comprometimento dos atletas com o nosso país, por acharem que o mais importante é fazer dinheiro, quando na verdade o mais importante é fazer história, fato comprovado quando o atleta jamaicano Usain Bolt é perguntando sobre qual sua missão e categoricamente responde que é fazer história, tornar-se uma lenda e colocar a bandeira e o nome do seu país no lugar onde toda a população sonha que esteja. 

Mas também houve melhorias e evoluções, porém todas associadas ao mundo dos negócios, consequentemente trouxe benefícios para a performance e saúde do atleta, isso não podemos negar, temos incontáveis marcas esportivas e patrocinadores, o que permite a criação de produtos de qualidade, o marketing esportivo tornou-se um grande investimento para empresas de médio e grande porte, afinal envolve o apelo sentimental presente no torcedor. Em muitas modalidades houve adaptações da regra, principalmente para tornar o jogo mais dinâmico e melhorar o entretenimento do público, conseguimos uma valorização maior de atletas e profissionais, mas e quanto a saúde do atleta, hoje uma semana sem futebol na televisão é um grande prejuízo para os negócios, então não importa o corpo do atleta, não importa a vida dele, importa que ele esteja em campo, em quadra, nas piscinas, pistas e tatames fazendo aquilo que esperam que ele faça. 
Sabe qual o resultado de tudo isso, é a busca desenfreada pela vitória, foi o tempo que o importante era fazer seu melhor, vencer seus limites, respeitar seu adversário e ter ética em sua profissão, hoje o lema é vencer a qualquer custo, gaste o que tiver que gastar e faça o que for preciso,. Vimos nas Olimpíadas, mas acontecem em todos os lugares do mundo, afinal ocorreram com vários países, as famosas “entregadas”. Não serei leviano a afirmar, no entanto muitos resultados foram no mínimo intrigantes, a Espanha perdeu para o Brasil no Basquete e com isso não enfrentou os USA antes da final, a Noruega no Handebol atual campeã do mundo perdeu o último jogo da primeira fase e com isso não enfrentou a forte Croácia nos playoffs e consequentemente pegou o Brasil, o Japão no futebol feminino empatou a pedido do treinador para fugir dos USA e pegar o Brasil nas quartas e para finalizar as quatro equipes de badminton que foram desclassificadas porque todas queriam perder para pegar uma sequencia teoricamente mais tranquila. Ridículo, isso depõe contra o esporte, contra o futuro. 

Pensamos sempre no esporte como uma ferramenta de formação, tanto formador de opinião como social, então que exemplos jovens assimilaram ao ver o nadador sul-africano campeão olímpico dos 100 metros peitos Cameron van den Burgh admitir ter feito um movimento submerso irregular para vencer a prova e ainda falar que se ele não fizesse outros fariam e teriam vencido, o que dizer do ciclista britânico Philip Hindes que assumiu ter caído de forma proposital, pois o regulamento autoriza o reinicio da prova em caso de quedas e com isso teve outra chance e venceu a prova. 
Essas são algumas reflexões que devemos fazer sobre o esporte, sobre o futuro, afinal passaremos os próximos anos envolvidos com grandes eventos esportivos, dessa forma penso que enquanto olharmos para essas ocasiões apenas como uma oportunidade de negócios, estaremos esquecendo o verdadeiro sentido e ainda seremos arrogantes para achar que somos melhores em tudo. 

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

CORINTHIANS VENCE E TERMINA EM PRIMEIRO LUGAR NA FASE CLASSIFICATÓRIA DO PAULISTA

Fonte: corinthians.com.br 

O São José/Vale Sul Shopping/Unimed está fora da Liga Paulista de Futsal 2012. Após ser derrotado pelo Corinthians, no ginásio do Parque São Jorge, em jogo válido pela última rodada da fase de classificação da competição, o São José deu adeus a Liga. 
Nesta quarta-feira (22/8), o Corinthians venceu o São José por 4 a 2, com gols de Simi, Paulinho, Guiga e Leandro Caires. Goda e Silva descontaram para a equipe do Vale do Paraíba. O São José começou a rodada em 7º lugar, dentro da zona de classificação, mas com a derrota para o líder Corinthians, perdeu a vaga com as vitórias de Pulo de Gato e Rio Preto. 
O Timão avança para a segunda fase da competição com o melhor aproveitamento da primeira fase. Com 37 pontos, sete na frente do segundo colocado (Intelli/Orlândia), a equipe alvinegra terminou a primeira fase da Liga na liderança absoluta. Nos 14 jogos disputados, foram 12 vitórias, um empate, uma derrota, 53 gols pró e 19 contra. 
Novo encontro O duelo entre Corinthians e São José/Vale Sul Shopping/Unimed voltará a se repetir no próximo dia 6, mas em outra competição. As duas equipes se enfrentam em partida válida pelas quartas de final da Liga Futsal 2012. O jogo de volta acontece às 19 horas, no Parque São Jorge. No primeiro confronto das quartas de final desta competição, o jogo terminou empatado em 3 a 3.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

CORINTHIANS E SÃO JOSÉ EMPATAM NA ABERTURA DAS QUARTAS DE FINAL

Fonte: corinthians.com.br 

Na noite desta segunda-feira (20), no Complexo Esportivo Joaquim C. Rabello, em São Caetano do Sul-SP, o Corinthians estreou nas quartas de final da Liga Futsal 2012. Na primeira partida do mata-mata contra o São José Futsal/Vale Sul Shopping/Unimed, o Timão empatou em 3 a 3. 
Sabendo da importância da partida, o Corinthians começou com força total e logo aos 17 segundos conseguiu abrir o placar com um gol de Simi, de fora da área. O time adversário, de tanto pressionar, conseguiu o empate aos 14min. 

O time corinthiano voltou dos vestiários com a mesma raça. Logo no primeiro minuto, Índio marcou para o Timão. Mesmo vencendo a partida, o Corinthians não desistiu e conseguiu ampliar a vantagem novamente com Simi aos 35min. No final da partida, os adversários conseguiram marcar dois gols em menos de um minuto e empataram o jogo. 
"O empate pro time do Corinthians não é tao ruim, mas nós saímos na frente e, da forma como foi, ficamos um pouco tristes. Isso mostra o que é o futsal. Nós dominamos o jogo inteiro, fizemos boas jogadas, e acabamos tomando o empate. Estamos bem na competição e agora eles tem que ir ganhar da gente, pois a decisão é na nossa casa", disse o goleiro Franklin. 
O Corinthians, do técnico PC de Oliveira, começou o duelo com Franklin, Simi, Deivão, Jackson e Índio. Paulinho Japonês, Rafael, Guiga, Danilo, Lukaian, Leandro e Cabreúva entraram durante a partida. A segunda partida das quartas de final da Liga Futsal acontecerá no ginásio do Parque São Jorge. Data e horário ainda não foram confirmados. 

Antes, porém, o Corinthians entra em quadra pela última rodada da primeira fase da Liga Paulista. Já nesta quarta-feira (22), também em casa, o Timão pega novamente o São José. O duelo tem início marcado para as 20h e a entrada do público é gratuita.

sábado, 18 de agosto de 2012

TIMÃO ABRE AS QUARTAS DE FINAL NESTA SEGUNDA

Fonte: globo.com 

A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) divulgou, nesta sexta-feira, as datas dos confrontos de ida das quartas de final da Liga Futsal. O primeiro duelo será São José x Corinthians, nesta segunda-feira, dia 20, às 19h15m, em São Caetano do Sul (SP). Esta e todas as demais partidas das quartas terão transmissão ao vivo do SporTV. 
Na terça-feira, dia 21, jogam Jaraguá e Carlos Barbosa, em Jaraguá do Sul (SC), às 19h15m. Os dois confrontos de ida restantes serão realizados na outra semana. Na segunda-feira, dia 27, Suzano e Orlândia medirão forças em Suzano (SP), às 19h15m, enquanto Botafogo e Joinville jogarão somente na quinta-feira, dia 30, às 19h, em Niterói (RJ). 
Nesta fase, as equipes com melhor índice técnico têm a vantagem de disputar a segunda partida em casa. Na semifinal, os confrontos também serão decididos com base no somatório de pontos de toda a competição. Confira a tabela dos jogos de ida das quartas de final: 
20/08 (seg) - 19h15m - PEJC Rabelo - São Caetano do Sul (SP) - São José x Corinthians 
21/08 (ter) - 19h15m - Arena Jaraguá - Jaraguá do Sul (SC) - Jaraguá x Carlos Barbosa 
27/08 (seg) - 19h15m - Roberto David - Suzano (SP) - Suzano x Orlândia 
30/08 (qui) - 19h - Tio Sam - Niterói (RJ) - Botafogo x Joinville

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

DEFINIDOS OS CONFRONTOS DAS QUARTAS DE FINAL DA LIGA 2012

Fonte: CBFS 

Após o término da segunda fase da Liga Futsal 2012, encerrada nesta quinta-feira (16/8), foram definidas as oito equipes que vão disputar as quartas-de-final da competição nacional. 
Suzano/Penalty (SP), ADC Intelli/Orlândia (SP), Csm/Pré-Fabricar/Fme (SC), Carlos Barbosa (RS), Macaé/Botafogo/CDE (RJ), Krona/Joinville/DalPonte (SC), São José Futsal/ValeSul Shopping (SP) e S. C. Corinthians Paulista(SP) foram as melhores colocadas em seus grupos. 
As datas, horários e locais das partidas serão confirmados em breve. Vale salientar que de acordo com o regulamento da Liga, as equipes com melhor índice técnico têm a preferência na escolha de mando de campo. 
Nas quartas-de-final da competição foram formados novos grupos e os confrontos já estão definidos. Confira os Novos grupos: 
Grupo E: Suzano/ Penalty - SP x ADC Intelli/Orlândia - SP 
 Grupo F: Csm/ Pré-Fabricar/ Fme - SC x Carlos Barbosa - RS 
Grupo G: Macaé/Botafogo/CDE - RJ x Krona/Joinville/DalPonte – SC 
Grupo H: São José Futsal/ValeSul Shopping-SP x S. C. Corinthians Paulista - SP

CORINTHIANS VENCE EM CASA E AVANÇA PARA OS PLAYOFFS

Fonte: corinthians.com.br 

Na noite da última quinta-feira (16), o Corinthians entrou em quadra pela última rodada da segunda fase da Liga Futsal de 2012. No ginásio do Parque São Jorge, o Timão precisava vencer e conseguiu golear o Csm/Pré-Fabricar/Fme, de Jaraguá do Sul-SC, por 6 a 2. 
O resultado positivo fez com que o Corinthians conseguisse a classificação para a próxima fase do torneio com 9 pontos e em segundo lugar na chave. O Timão agora espera o seu adversário, que ainda não está definido. 

O duelo começou bem disputado e com o Corinthians colocando muita pressão no ataque. Logo aos cinco minutos, Jackson abriu o placar. Logo em seguida, o adversário chegou ao empate. Porém, o Timão continuou pressionando e conseguiu fechar o primeiro tempo com boa vantagem após Índio e Rafael balaçarem as redes, aos 12min e 18min, respectivamente. 
Já na segunda etapa, o Timão não deu espaço para o adversário. Em uma linda jogada, Deivão marcou o quarto gol aos 24 min. Paulinho Japonês ampliou a vantagem aos 28min e aos 31 min, Simi fechou a goleada marcando o sexto corinthiano. “Fizemos um grande jogo e conseguimos o que queríamos, a classificação. Agora vamos continuar trabalhando firme e focados na Liga Futsal. Demos um grande passo para quem quer ser campeão”, disse o jogador Simi. 
O Corinthians, do técnico PC de Oliveira, começou o duelo com Franklin, Simi, Deivão, Jackson e Índio. Paulinho Japonês, Rafael, Guiga, Arthur, Lukaian, Leandro e Cabreúva entraram durante a partida.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

CORINTHIANS DEFINE HOJE SEU FUTURO NA LIGA 2012

Fonte: CBFS 

O Corinthians definirá na noite desta quinta-feira (16/8), o seu futuro na Liga Futsal 2012. O Timão entra quadra para encarar a Csm/Pré-Fabricar/Fme, às 20h15min, no ginásio do Parque São Jorge, em jogo válido pela última rodada da segunda fase da competição. 
O time alvinegro ocupa a segunda colocação do grupo D, com seis pontos, e precisa da vitória para avançar às quartas-de-final. Em caso de empate, dependerá de outros resultados. Já a Csm/Pré-Fabricar/Fme está em situação confortável. A equipe jaraguaense ocupa a primeira colocação do grupo, com 10 pontos e pode até perder para a equipe paulista, que terminará em primeiro lugar. 

Para este duelo, o comandante PC de Oliveira não poderá contar com o jogador Danilo, que está suspenso. “Teremos que jogar essa partida como se fosse a última do campeonato. É um jogo muito importante e temos excelentes profissionais no nosso elenco. Vai ser muito difícil e bem disputado, porém pretendemos sair classificados”, afirmou o treinador do Timão. Pelo lado da CSM os pivôs Elisandro e Hugo, o fixo Lé e ala Márcio não vão para o jogo. Elisandro, Hugo e Lé estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Márcio está entregue ao departamento médico. 

“Estamos conscientes das dificuldades nesta partida. O Corinthians precisa da vitória para classificar. Nosso objetivo é fazer uma boa marcação e marcar os gols nos contra ataques”, disse Lacerda, treinador da equipe jaraguaense. As duas equipes já se enfrentaram nesta segunda fase da Liga Futsal. Foi no dia 17 de julho, na Arena Jaraguá, quando a CSM venceu por 2 a 0, com gols de Willian e Hugo.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

VITÓRIA IMPORTANTE E COM MUITAS EMOÇÕES

Fonte: corinthians.com.br 

Na noite da última segunda-feira (13), o Corinthians entrou em quadra pela penúltima rodada da segunda fase da Liga Futsal de 2012. No ginásio do Parque São Jorge, o Timão venceu o Copagril/Faville/DalPonte, de Marechal Cândido Rondon-PR, por 2 a 1. 
video
O resultado positivo não só manteve o Corinthians com chances de classificação para a próxima fase do torneio, como também o deixou em boa situação na tabela do grupo quatro. O Timão está empatado com o São Caetano em números de pontos - seis - mas leva vantagem no saldo de gols (-1 contra -2) e, na vice-liderança, depende apenas de suas forças para avançar. 
O duelo começou bem disputado e com chances claras de gols para ambos os lados. Em uma jogada pela lateral com Lukaian, Paulinho Japonês abriu o placar aos 10 min. Na início da segunda etapa, o Corinthians pressionou mais e teve chances claras de gol. Porém, com cinco minutos, foram os adversário que marcaram e chegaram ao empate. Com a tradicional raça, o Timão lutou até o fim e foi premiado com a vitória. Faltando dois minutos para o término, Jackson fez um golaço e deu números finais ao confronto. “Essa vitória teve uma importância enorme para o nosso time, fez nós ficarmos vivos na briga pois qualquer outro resultado nos deixaria fora. Estávamos jogando com pressão e conseguimos respirar somente quando o jogo chegou ao fim. Foi um passo importante para a classificação e agora nos resta dar o segundo passo na quinta-feira”, disse Paulinho Japonês, autor do primeiro gol. 

A equipe volta a jogar pela Liga Futsal nesta quinta-feira (16) às 20h15. O duelo acontece no Parque São Jorge contra o Csm/Pré-Fabricar/Fme, de Jaraguá do Sul-SC.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

TUDO OU NADA PARA CORINTHIANS E COPAGRIL NESTA SEGUNDA

Fonte: corinthians.com.br 

A noite desta segunda-feira (13/8) é decisiva para Corinthians (SP) e Copagril/Faville/DalPonte (PR) na Liga Futsal 2012. As duas equipes não fizeram uma campanha regular na segunda fase da competição e agora tentam uma vaga nas quartas-de-final da Liga. O jogo está marcado para às 19h30min, no ginásio do Parque São Jorge. 
Para o duelo contra os paranaenses, o comandante PC de Oliveira tem todo o elenco a sua disposição, para continuar vivo na briga pelo título. Os seus comandados estão cientes da necessidade de vencer e vão entrar em quadra pensando na vitória. O Corinthians ocupa a quarta colocação do Grupo D com apenas três pontos e precisa da vitória para conseguir chegar à zona de classificação. O Copagril aparece na terceira colocação com um ponto a mais que o Timão. 

Caso o alvinegro empate ou perca, a pontuação não alcançará o segundo colocado, o São Caetano, que neste momento já soma seis pontos. O líder do Grupo D é Csm/ Pré-Fabricar/ Fme com sete pontos.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

VIAS METABÓLICAS: ATIVIDADES AERÓBICAS

Sempre quando falamos sobre as vias metabólicas e seu funcionamento, precisamos ter um rico conhecimento sobre as diferentes formas de treinamento e como cada tipo interfere e estimula as ações bioquímicas em busca da produção de energia. Pois sabemos que durante o treinamento todas as vias estão ativas, no entanto existe uma predominância de algum sistema dependendo da característica da atividade, em virtude de alguns fatores como volume, intensidade, tempo de recuperação e claro que algumas características individuais que precisam ser respeitadas e interferem na distribuição das vias metabólicas, como a individualidade biológica e o nível de condicionamento físico. 
No treinamento aeróbio a via metabólica de predominância é a oxidativa, pelo fato da atividade caracterizar-se por ter um grande volume, porém geralmente de baixa ou média intensidade, dessa forma utilizamos a energia libertada pela oxidação de nutrientes de forma a produzir ATP, , usando para isso a energia libertada nas reações de oxidação e redução, detalhadamente essa via provoca a ressíntese de ATP através dos carboidratos e lipídios processados bioquimicamente no ciclo de Krebs e nas ações da cadeia respiratória que vão ressintetizar uma alta quantidade de moléculas de ATP. Esse sistema é estimulado pelo fato das vias anaeróbias não conseguirem produzir energia por um longo período, então enfatizamos a utilização do sistema oxidativo, assim conseguimos manter a produção de energia suficiente para continuarmos realizando determinada atividade. 
Diferentemente das vias anaeróbias, aonde utilizamos principalmente os carboidratos como substratos para produção de energia, pelo fato de serem rapidamente processados, já no treinamento aeróbio além do carboidrato, realizamos a quebra e utilização de ácidos graxos livres na musculatura e de ácidos graxos do tecido adiposo no decorrer da atividade, que produzem relativamente uma quantidade energética maior, entretanto demoram mais tempo para serem processados pelo sistema oxidativo até serem utilizados em forma de energia. Além disso, o treinamento aeróbio provoca adaptações cardiovasculares, mitocondriais e aumentam significantemente a atividade das enzimas oxidativas. Então se os esforços físicos forem de baixa ou moderada intensidade, ativamos o sistema aeróbio, tendo em vista que as reações metabólicas realizadas na presença de oxigênio são suficientes para suprir a necessidade de ATP necessário. 
Já no exercício intermitente, que são atividades, compostas por estímulos curtos de alta intensidade, separados por um período de recuperação ativa ou passiva, no início da atividade as moléculas de ATP são sintetizadas por intermédio do fosfato de creatina, que auxiliam na contração muscular rápida, no segundo momento utilizamos a glicólise anaeróbia para atingirmos a produção de ATP necessária à continuação do exercício, porém se essa atividade fosse puramente anaeróbia logo esgotariam as reservas de glicose e consequentemente seriamos levados à fadiga muscular, no entanto o exercício intermitente conta com a ajuda do sistema aeróbio, principalmente na ressíntese de CP, na remoção de lactato e no controle do PH sanguíneo. A grande diferença do exercício intermitente, são os intervalo de recuperação, pois mesmo passivo o sistema oxidativo consegue realizar a ressíntese qualificada de CP, consequentemente o sistema anaeróbio terá uma atividade prolongada na produção de energia e conseguirá realizar um número maior de estímulos. 

Conclui-se então que existe grande diferença no tempo de solicitação na predominância das vias metabólicas, dependendo da característica do exercício proposto.